Ninho Hospital Veterinário

6 dicas para tutores de primeira viagem

28/09/2021

6 dicas para tutores de primeira viagem

A decisão de ter um amigo pet é daquelas que nos enche de alegria e felicidade. Afinal, a casa vai ganhar mais um morador e mudar a rotina de todos. Por isso, se tornar um tutor de pet é um passo que deve ser dado com muita responsabilidade e consciência.

A seguir, colocamos algumas dicas e cuidados que qualquer tutor de primeira viagem precisa ter para a adaptação a essa nova vida ser feita da melhor maneira possível. Para você e para seu amigo. Vamos lá!

1- Escolha o pet que mais se adequa ao seu perfil

Em primeiro lugar, se você está buscando ser um dos tutores de primeira viagem, precisa saber que a escolha do pet que mais se adequa ao seu perfil é fundamental. Ou seja, estude bastante as necessidades de cada cãozinho ou gatinho durante o processo de adoção. Leve em conta a raça, tamanho, necessidade alimentar e outras características na sua escolha. Portanto, nada de ter um pet só porque ele “está na moda”, ok?

2- Planeje a chegada do seu pet

Se você já tem um filho, certamente deve se lembrar de todo esforço que foi feito para que a chegada dele fosse muito tranquila. Pense em como vai ficar a divisão de tarefas em casa. Assim, a tarefa de cuidar bem do pet tende a não acarretar sobrecargas para as pessoas da sua família.

3- Escolha um nome

Uma dica preciosíssima para tutores de primeira viagem é a escolha correta do nome. Não opte por nomes que sejam semelhantes aos comandos como “fique”, ‘’deita”, ‘’rola’’ e outros. É importante que seu animalzinho tenha um nome que ele possa reconhecer. Assim, você pode optar por um nome que realça uma característica do seu amiguinho. Flash, por exemplo, é um nome legal para cachorros que amam correr muito rápido ou são bem agitados.

4- Encontre meios corretos para manipular seu pet

Algumas pessoas encontram muita resistência quando o assunto é a manipulação do pet. Em geral, isso ocorre com mais frequência quando os tutores nunca tiveram contato com um animal de estimação anteriormente. Nesta medida, saiba que alguns animais têm gostos específicos: não gostam que toquem no rabo, mexam na orelha ou segure as patinhas. Desse modo, conhecer bem seu amigo vai te ajudar a encontrar os meios certos para manipulá-lo.

5- Mantenha frequência nos cuidados essenciais

Banho, tosa, escovação de dentes e limpeza das orelhas são cuidados essenciais com mutos pets. Por esse motivo, manter uma boa frequência com relação a eles ajuda a mantê-los sempre bem dispostos e super cheirosos!

6- Ofereça comida na quantidade certa

A sexta e última dica consiste em oferecer comida na quantidade certa. Um dos maiores erros de tutores de primeira viagem é dar mais comida para o animalzinho do que ele realmente precisa. Logo, seguir a orientação do veterinário é fundamental neste aspecto.

Nem precisa dizer como é fundamental que ele seja assistido pelo veterinário desde o começo, não é? Manter a vacinação e demais cuidados de saúde em dia faz toda a diferença e é mais que um cuidado: é um ato de amor com seu amigo.

No Ninho Hospital Veterinário você tem tudo o que seu novo amiguinho precisa. Especialistas em diversas áreas, estrutura para atender a cães e gatos em separado, loja e farmácia pet, e muito mais. Acesse nosso site e conheça tudo.


Gostou do Artigo? Compartilhe agora mesmo.

back to top Back to Top